pre-ref 18  

Ref. 18:
Esta refeźncia (em Sueco) Ź uma entrevista no jornal “O mundo hoje em dia” (Sw. ‘Världen idag’) do Lars Ahlin, Presidente da Sociedade de Psicólogos da Suécia. Ele fala sobre a nova lei que facilita as parceiras lésbicas de engravidarem. O argumentoThe argument (sobre crianćas que sčo privadas de um pai e uma mče enquanto crescem) Ź obviamente a igualdade para adopćčo homosexual. Traduzido para a sua lingua lź-se (em parte):


A grande falta de entendimento sobre a necessidade da crianća
A Sociedade de Psicólogos da Suécia sobre o direito de inseminaćčo artificial:

Entre muitas das vozes que se levantam contra a proposta do giverno em premitir a concepćčo assitido para mulheres homossexuais encontramos a Sociedade de Psicólogos da Suécia. Na sua opiničo por escrito a Sociedade declara: ‘O estatuto prôposto demonstra uma grande falta de entendimento sobre as necessidades da crianća’…‘Normalmente nós nčo nos prenunciamos nestes termos se nčo houvesse uma falha tčo grande nesta proposta. A nossa falta de conhecimento acerca de como a crianća será impactada ao ser criada por pais do mesmo sexo Ź um grande problema. Nós optamos por assumir a prespectiva da crianća uma vez que nčo temos conhecimento suficiente em pesquisas baseadas nas evidźncias. Claro que Ź um dilema moral mas nčo devemos de experimentar em crianćas. Se soubessemos com toda a certeza que a crianća nčo estaria exposta a riscos desnecessários, entčo seria diferente. Mas as crianćas nčo podem falar por elas próprias.


Para ler o texto original em Sueco clique aqui (tamanho do ficheiro: 968 k)